Recebi hoje o depoimento de um leitor do site, que contou sua experiencia como morador de um houseboat, e das dificuldades impostas  a quem quer estabelecer moradia permanente num barco-casa.

“Em relação aos houseboats, existem dificuldades no Brasil para se morar num houseboat. Em muitos lagos e represas essa pratica é proibida. Verdade que com tantos lagos e represas o nosso pais tupiniquim acha que essa medida evita a criação de favelas flutuantes e consequente poluição dos mananciais. Fato é que não existe lei que proíba mas por experiência própria te digo: muitas são as pressões e ameaças  que se sofre. Eu construí um à margem da lagoa de Araruama RJ, com gerador e todo conforto de uma casa. Consegui flutuar pela lagoa por 3 meses e logo deu até policia. Só me permitiram ficar apoitado na margem da lagoa próximo da casa de um amigo cujo terreno dava fundos para a lagoa.”

Mais uma vez vemos como, no Brasil, os bons pagam pelos maus. Vejam que não existe lei que proíba, tanto que se ele morasse num veleiro ou traineira, como muita gente faz, nunca seria incomodado. Mas o fato de se estabelecer numa casa parece irritar muita gente (especuladores imobiliários, quem sabe?).

Por outro lado, a pratica parece não ser um problema na Europa e EUA, onde muita gente, muita gente mesmo, mora em houseboats. Existem sistemas de coleta de esgoto, regulamentação, e tudo mais. E vocês, o que acham desta questão?