Hoje estivemos no local onde está sendo construído o coração de ferro do GP28, um MWM Sprint 2.8 turbo intercooler, de 200hp, a Tecmar, que está desde 1976 marinizando motores com tecnologia nacional, e uma qualidade realmente impressionantes. Glauco Santos, diretor da empresa, nos guiou pelas instalações, e pudemos conhecer mais dos detalhes da construção do motor e da transmissão, uma rabeta single-prop, em alumínio fundido.

As instalações deram saudades do tempo de escola técnica, modelos de fundição em molde de areia, feitos de madeira, torno, fresas, peças por todo canto e o cheiro de óleo de corte. Tiramos as medidas para posicionar as longarinas e dimensionar o cofre do motor.

A engenharia de um motor com transmissão de rabeta é impressionante, uma daquelas coisas que a gente jura que não vai funcionar, mas o negócio é bom. A Tecmar funde as próprias carcaças de bomba d´água em latão naval, muflas, trocadores e calor e intercoolers. Também fundem as rabetas em alumínio e inox. Tudo é usinado lá na Tecmar mesmo, assim como a montagem de todos os powertrains. Agora é virar o barco e começar construir a estrutura de jazentes do motor!